25 de junho de 2012

Syren: Uma Locomotiva Descontrolada, Impacto Iminente



Banda Syren é um dos destaques da cena carioca 
Na boa esse CD deveria vim com um aviso na capa, “não ouça ao volante porque o risco de um acidente provocado por alta velocidade é elevado por mil”, porque o que a banda carioca apresenta aqui são doses cavalares do mais puro e maravilhoso Heavy Metal, (como o titulo do CD já entrega) pesado, agressivo e viciante.

Por trás dessa obra prima, está um verdadeiro dream team do Metal carioca: Luiz Syren (ex-Atlantida - vocal), além de B. Arawn e D. Arawn (guitarras ex-Unearthly), Bruno Coe (Imago Mortis - baixo) e M. Kult (Unearthly - bateria) que mostram um grande conhecimento do assunto, sendo que muitas vezes você pensa que esta a frente de uma formação com muitos anos de estrada e não uma banda que esta lançando o seu primeiro CD.

Podemos dizer que este álbum parece um Best Of de tudo que já foi feito de bom no Metal mundial, primeiramente não posso deixar de comentar o vocal de Luiz Syren, pois desde o tempo do Atlantida ele já era citado como uma grande revelação do cenário nacional, pois o seu timbre vindo da escola Halford e principalmente Dickinson é um atrativo a parte, mas se engana quem pensa que o moço é um mero clone como temos espalhados por ai, muito pelo contrário, até nos tons que ele se aproxima do vocal da Donzela ele vai lá e manda um vocal mais ríspido, puxando para o agressivo mesmo e depois volta para seu timbre normal na mesma musica impressionante para dizer o mínimo.


Com músicos experientes da cena nacional, Syren lança seu 1° álbum com cara de clássico Além disso, os duelos de guitarras fazem qualquer fã de musica pesada sentir calafrios, já a cozinha ajuda na transição entre as melodias vindas do Heavy clássico para o momentos de pura agressividade herdados do Thrash, impossível não bangear em faixas como a maravilhosa “BlindFold”. Os ares oitentistas invadem o ambiente com “DevilRoad” aquela faixa que você ergue o punho mesmo, cantando forte o seu refrão, “The End” vem num tom mais emotiva e mais uma vez Syren rouba a cena, com uma interpretação gloriosa. 



Mas se você assim como eu gosta mesmo é de porrada na orelha, não deixe de ouvir “Stay Alive”, “Last Train to Hell” (belo titulo) e “Odissey” que fecha o trabalho com chave de ouro, melhor dizendo chave de Metal.


Sem sombra de duvida um trabalho que você canta nota a nota e no final de tudo enche o peito de orgulho, pois esse é o verdadeiro Metal brasileiro sem modismos e frescuras, pensar que tem gente que ainda paga pau pra gringo.



Conheça mais a banda:


Formação:
Luiz Syren (vocal)
B. Arawn (guitarra)
D. Arawn (guitarra)
Bruno Coe (baixo)
M. Kult (bateria)

Tracklist – Syren – “Heavy Metal” - 2011

1. Blindfold
2. Devil Road
3. The End
4. Stay Alive
5. Last Train to Hell
6. Scourge of Time
7. Heavy Metal
8. Keep Walking
9. Die in Paradise
10. Odyssey

Resenha por: Luiz Harley
Edição & Revisão: Renato Sanson
Fotos: Divulgação

3 comentários:

Concordo com o metal nacional! Pra algria dos metaleiro/rockeiros brazucas a cena tem emergido com muita força na nossa terra. Enfim algo para orgulhar-nos de pisar esse chão! Avante Syren e Obrigado ao Heavy and Hell! Muito bom o texto

WALLLLAAAA !!!
OBRIGADO, LUIZ E TODA EQUIPE DO HEAVY AND HELL, por todo apoio a nossa cena e bandas q mantêm a chama acessa...
TAMO NO ROCK !!!!!

Nosso Metal é dgno de nosso País...pessoas q administra não o são..mas posso garantir q não devemos nda a outros Países em matéria de Música e Excelentes profissionais..exemplo..temos aqui Banda Syren..otimos músicos.o vocal é o melhor q tenho conhecimento..com som de primeira, não troco o Metal Nacional..por nenhum ícone internacional..visto q se tívessemos chance estaríamos lado a lado com os Monstros do Rock.como provar???basta ouvir!!!

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More