22 de agosto de 2015

Resenha - Banda: Astafix - Resenha: Internal Saboteur (2015)

Resenha por: Renato Sanson


Se em “End Ever” o Astafix tinha provado que não era apenas mais um no Thrash Metal, em seu novo disco “Internal Saboteur” eles não só reafirmam como mostram que são uma das melhores bandas nacionais da atualidade.

O Thrash moderno intenso e cheio de groove continua intacto, porem a banda soa mais agressiva e polida, trazendo composições empolgantes e cheias de feeling como “Karma Kill”, “Blood Sun”, “Ghosts” e “Unknown”.

A produção feita por Brendan Duffey ficou excelente, transbordando peso e agressividade. E a arte gráfica de Marcelo Vasco dispensa comentários, mais um excelente trabalho deste grande artista.

Uma curiosidade, das 13 faixas do álbum, 5 contam com participação do eterno Paulo Shroeber (01, 02, 03, 07 e 11), deixando de fato o seu legado imortal.

“Internal Saboteur” é um dos grandes candidatos a melhor disco nacional de 2015!


Links de acesso:


Formação:
Wally (vocal/guitarra)
Ayka (baixo/vocal)
Cassio Vianna (guitarra)
Thiago Caurio (bateria)

Tracklist:
01 Karma Kill
02 The Scourge
03 Blood Sun
04 Doomsday Device
05 Bad Blood
06 Disfigured Conscience
07 Ghosts
08 Internal Saboteur
09 Say No!
10 Help us All
11 Unknown
12 The Dome
13 Traitor

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More