11 de junho de 2012

Cobertura de Show: Artillery & Exumer – A Noite Em Que Os Patches Voaram


No dia 04/06/12 tivemos a honra de receber na capital gaúcha duas lendas do Thrash Metal mundial. 

Estou falando dos alemães do Exumer e dos dinamarqueses do Artillery, que se apresentaram na casa de shows Beco, que já recebeu grandes nomes do underground mundial.

Para completar a festa, tivemos como banda de abertura os gaúchos da In Torment que estavam fazendo uma de suas ultimas apresentações no Sul antes de sua turnê na Europa. E realmente os gaúchos não decepcionaram, de cara abriram seu show com “The Flesh And The Spirit” de seu mais novo álbum “Paradoxical Visions Of Emptiness” e emendando com “Insane Perceptions” de seu primeiro lançamento.

Apresentando um belo contraste entre as composições e nos mostrando o quanto a In Torment está preparada para sua nova tour fora do país, com um profissionalismo e precisão incrível em cima do palco. Para fechar a apresentação “Labirinth of Depravity” que virou o 1° vídeo clipe do novo disco. Com grande competência, a In Torment com certeza irá abalar as estruturas do velho mundo, com seu Death Metal brutal e altamente técnico.


Por volta das 22h, eis que sobe ao palco uma das lendas do Thrash Metal mundial, que retorna a cena neste ano de 2012, mostrando toda sua força, e realmente Mem Von Stein (vocal), Ray Mensch (guitarra), T. Shiavo (baixo), H.K. (guitarra) e Matthias Kassner (bateria) não estavam para brincadeira, após a intro “Omen” temos “Winds Of Death” do clássico “Rising from the Sea” de 1987.

Vale ressaltar que o Exumer conta com dois membros de sua formação original, sendo o eles o guitarrista Ray Mensch e o vocalista Von Stein, que gravou o álbum de estreia da banda o irreparável “Possessed by Fire” de 1986.


Ray Mensch uma das lendas do Metal mundial, mostra o poder seus riffs  
E após está abertura explosiva sendo comandada pelo carismático frontman Voin Stein, o show segue com “Journey To Oblivion” fazendo todos enlouquecerem, transformando o Beco em um caldeirão. Eis que era hora de ver como o material novo soaria ao vivo “The Weakest Limb” é executada e não diminuiu em nada a euforia dos bangers, pois “Fire & Damnation” é tão bom quanto aos clássicos citados.

“Fallen Saint” é executada e levou a casa abaixo, com certeza uma das musicas mais esperadas da noite, com seu refrão grudento e seus riffs apocalípticos, fizeram a festa dos thrashers, onde tivemos rodas e alguns mosh pits, tamanha a felicidade de estar diante deste ícone da cena underground.


Um dos destaques da noite, Von Stein mostra que está em grande forma e com uma presença de palco única, roubando literalmente a cena 

Dando continuidade ao massacre ainda tivemos “A Mortal In Balck” com todos os presentes cantando seu refrão, deixando o Exumer com uma satisfação plena em ouvir. Tivemos também “I Dare You”, Destructive Solution”e “Xiron Darkstar” deixando todos ensandecidos, pois a interação público e banda era simplesmente fantástica.

E para encerrar este show magnífico não poderia faltar seu maior clássico, “Possessed By Fire”, que fecha a apresentação, deixando todos mais do que satisfeitos, pois o que vimos em palco foi uma banda se entregando aos fãs, fazendo valer a pena você estar ali prestigiando esta lenda do Metal mundial.

Após uma mudança rápida de palco, nada muito burocrático, era hora dos dinamarqueses do Artillery entrarem em cena, para devastar de vez o Beco e mostrar a força de seu Thrash Metal.

Após uma pequena intro Søren "Nico" Adamsen (vocal), os irmãos Michael e Morten Stützer (guitarras), Peter Thorslund (baixo) e Carsten Nielsen (bateria) entram em cena com "When Death Comes" que pertence ao penúltimo álbum "When Death Comes" de 2009.

E o que podemos notar como as composições novas do Artillery se encaixam perfeitamente aos clássicos, fazendo esta fase nova da banda se tornar um clássico também. E como estamos falando de clássicos o primeiro é executado na noite "By Inheiritance" do seu terceiro álbum de estúdio, com seus riffs geniais fazendo todos cantarem seu refrão, que beira a melodia, mostrando que Adamsen foi à escolha certa para o Artillery, estávamos apenas na 2° musica da noite e Adamsen mostrou uma variação e potencia incrível de sua voz.

"Death Is An Illusion" de seu ultimo álbum (My Blood – 2011) da continuidade com destaque total ao baterista Carsten Nielsen que sentou a mão literalmente, um ponto de destaque fica em questão que este show foi o ultimo de Carsten no Artillery.

Após um pequeno problema em um dos pedestais da bateria Carsten vai à frente do palco e após ser ovacionado pela galera tira sua ultima foto em cima do palco com o Artillery, sendo um momento marcante na carreira do músico e para quem pode estar nesta noite presenciando este momento.

Søren um dos destaques da noite
Do álbum de estreia do Artillery “Fear Of Tomorrow” de 1985 foi executada “Into The Universe” com uma faceta mais atual e acelerada, mas não deixando as características da versão original de lado, destaque mais uma vez a Adamsen que mostrou muita versatilidade acompanhado de agressividade, e um carisma em tanto, deixando todos extasiados com sua performance.

“Mi Sangre” do álbum “My Blood” da sequencia ao show, mostrando que realmente as composições novas já são considerados clássicos pelos fãs, com todos cantando sua introdução, e seu refrão grudento e potente.

“Khomaniak” e “Terror Squad” dão continuidade ao espetáculo, com muita energia, e algo que me pergunto sempre, como os irmãos Stützer criam tantos riffs complexos e cativantes? Os caras detonam e esbanjam riffs e solos para todos os lados, deixando os bangers impressionados com tamanha precisão. Não posso esquecer de mencionar que a “Terror Squad” contou com a participação da banda Exumer em cima do palco, transformando em uma celebração Thrash total, com os alemães mandando ver nos backing vocals.

O riffmaker Michael Stützer e o baixista Peter Thorslund 

E para fechar a noite com chave de ouro “The Almighty” do 1° álbum, uma das musicas mais porradas do Artillery, deixando todos satisfeitos, pois o que foi visto foi algo único, que ficara marcado na vida de cada headbanger que compareceu.

Além dos excelentes shows que as bandas proporcionaram, tivemos a oportunidade de conversar, tirar fotos e pedir autógrafos aos músicos, pois após o show todos estavam no meio da galera para nos atender. Realmente uma noite para ficar na história.



Setlist - In Torment:
01 The Flesh And The Spirit
02 Insane Perceptions
03 Elements Of Sadistic Cruelty
04 Smashed Into Oblivion
05 Paradoxical Visions Of Emptiness
06 Labirinth Of Depravity


Setlist – Exumer:

01 Intro – Omen
02 Winds Of Death
03 Journey To Oblivion
04 The Weakest Limb
05 Fallen Saint
06 Vermin Of The Thesky
07 Sorrows Of The Judgment
08 A Mortal In Black
09 A New Mortality
10 I Dare You
11 Destructive Solution
12 Xiron Darkstar
13 Fire & Damnation
14 Possessed By Fire


Setlist – Artillery:

01 When Death Comes
02 By Inheiritance
03 Death Is An Illusion
04 Into The Universe
05 Mi Sangre
06 The Challenge
07. 10.000 Devils
08 Khomaniac
09 Terror Squad
10 The Almighty
Cobertura por: Renato Sanson
Edição: Renato Sanson
Revisão: Flávio Soares
Fotos: Equipe Heavy And Hell (proibido o uso sem autorização)

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More