20 de junho de 2012

Metal Do Brasil - Kiko Loureiro: Onde o Virtuosismo Encontra o Felling

Kiko impressiona em 3º álbum solo, em aliar felling e técnica
Quem já acompanha a cena Metal á algum tempo, sabe que CD instrumental de guitarristas é sempre marcado por solos intermináveis, sessões de virtuosismo e chatice sem tamanho. Porém nos enche de orgulho saber que uma grande exceção à regra é um musico brasileiro, que mesmo não precisando provar nada para ninguém, lança no mercado trabalhos extremamente ecléticos, onde a junção de virtuose e felling aparece na plenitude, é amigos Kiko Loureiro é um musico singular.

Paralelo a sua banda principal (Angra) o guitarrista sempre manteve uma consolidada carreira solo, mostrando sua diversidade musical em trabalhos como: “Neural Code”, “Universo Inverso”e “No Gravity” (primeiro lançamento) sendo que essa resenha vai se basear em um dos seus melhores lançamentos “Fullblast” de 2009.


Nesse lançamento Kiko formou um power trio de peso, onde no baixo está o seu companheiro de banda Felipe Andreoli e na bateria Mike Terrana (sim aquele mesmo do Rage), é claro que a guitarra e os riffs são o grande destaque do álbum, mas a cozinha não é apenas um mero coadjuvante, e o talento dos envolvidos é totalmente proporcional.

Ecletismo e bom gosto são os pontos chave desse lançamento, para o leitor ter uma idéia “Fullblast” consegue ter a pegada Heavy Metal de “No Gravity” com todo o experimentalismo e criatividade de “Universo Inverso”, sendo que até quem não é muito fã de musica instrumental vai ficar de queixo caído.

“Headstrong” e “Cutting edge” são duas pauladas, lembrando os momentos mais agressivos na carreira do guitarrista, alem disso Kiko mostra que uma guitarra pode soar pesada sem abrir mão da melodia, coisas que a geração atual anda esquecendo.


Além do Heavy Metal, Kiko acrescenta em som elementos de MPB e elementos regionais, mostrando realmente ser um musico diferenciado. 

As influências regionais que são outra faceta do musico, aparecem aqui ainda mais explicitas, “Desperado” possui elementos regionais, sem abrir mão da velocidade, “Se Entrega, Corisco!" poderia estar sem problema nenhum no “Holy Land” do Angra, assim como “Corrosive Voices”.

Não poderia fechar essa resenha sem citar “As it is, Infinite” confesso que é uma musica difícil, pois ela explora uma veia MPB meio acústica e totalmente intimista, fechado o trabalho e passando aquela sensação que não existem fronteiras para a boa musica.


Conheça mais sobre o musico:



Formação:

Kiko Loureiro – Guitarra
Felipe Andreoli – Baixo
Mike Terrana – Bateria


Tracklist – Kiko Loureiro – "Fullblast" - 2009


01. Headstrong 
02. Desperado 
03. Cutting edge
04. Excuse me 
05. Se entrega, Corisco!
06. A Clairvoyance 
07. Corrosive voices
08. Whispering 
09. Outrageous 
10. Mundo verde
11. Pura vida 
12. As it is, infinite


Resenha por: Luiz Harley
Revisão & Edição: Renato Sanson
Fotos: Divulgação

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More