23 de março de 2014

Resenha - Banda: Desecrated Sphere - Álbum: Emancipate (2013)

Resenha por: Renato Sanson


Natural de Mogi-Guaçu (SP), o Desecrated Sphere lançou em 2013 seu segundo disco, que mantém sua linha técnica e ríspida, fazendo “Emancipate” ser um prato cheio para os deathbangers que procuram por vertentes mais complexas.

Gravado no estúdio Área Livre, que contou com a produção de Tomaz Ribeiro e masterização e mixagem de Andy Classen, “Emancipate” soa pesado e cru na media certa, com todos os instrumentos bem dosados e em total equilíbrio.

A parte gráfica é muito bem feita e esmerada, retratando o que a banda passa em suas letras. Com o DS esqueça tripas, sangues e vísceras, mas sim letras encorpadas e de grande poder intelectual.

Musicalmente, a banda bebe na fonte de Cannibal Corpse, Dismenber, Death... Apresentando muita agressividade, mas também muita técnica, mostrando que os músicos têm total domínio e conhecimento de seus instrumentos.

Destaco “Transcending Materialism”, “Immeasurable Universes”, “Urzustand” e “Leaders of Babylon”, que se mostram poderosas e cheias de vida, transbordando fúria.

Um belo álbum, porém a de se cuidar da técnica em demasia utilizada, algo que pode prejudicar o som da banda, pois “Emancipate” soa cansativo em alguns momentos, quem sabe menos quebras de tempo e mais feeling podem trazer um resultado mais completo.


Conheça mais a banda:


Assessoria: Ms Metal Press


Tracklist:
01 Reconnective
02 Transcending Materialism
03 Departure from Flesh
04 Immeasurable Universes
05 Linking Opposites (Demystifying Ormuzd and Ahriman)
06 Humanufactory
07 Urzustand
08 Source of Disassociation
09 (Re)Wake 
10 Leaders of Babylon
11 Eçá


Formação:
Renato Sgarbi (Vocal)
Gustavo Lozano (Guitarra/Viola)
Rubens Fraleone (Guitarra/Violão)
José "Motor" Mantovani (Baixo/Baixo Fretless/Contrabaixo Acústico)
Saulo Benedetti (Bateria/Percussão)



0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More