6 de abril de 2014

Entrevista: Artilharia Pronta Para Destruição!

Entrevista por: Renato Sanson
Tradução: Rodrigo Goulart


Muitas bandas de Thrash Metal resolveram voltar nos últimos anos, porém uma das voltas mais festejadas pelos thrashers de plantão, certamente foi dos dinamarqueses do Artillery. Que resolveram voltar à ativa em 2007 e desde então só tem dado alegria aos headbangers.

Com um novo disco em 2013 e uma nova formação, conversamos com o riffmacker Michael Hansen, que nos conta um pouco sobre o novo momento, o tempo que o Artillery ficou parado e de sua vontade de retornar ao Brasil!

Confira agora mesmo o mestre Michael Hansen:


Heavy And Hell: Primeiramente gostaria de agradecer pela oportunidade. Queria que você nos fala-se desse novo momento do Artillery, e claro do novo lançamento "Legions".

Michael Hansen: Obrigado, estamos muito felizes em falar sobre nosso novo álbum “Legions”!

HAH: Após o excelente "My Blood" (2011), que acabou gerando a primeira tour da banda pelo Brasil, Søren (vocal) e Carsten Nielsen (bataria) deixaram a banda. Qual o motivo de suas saídas? E sobre os novos membros, o vocalista Michael e o baterista Josua Madsen, como os encontraram? Tiveram muita dificuldade em escolher os substitutos?

MH: Pouco tempo depois de gravar “My Blood” já sabíamos que ambos, Søren e Carsten, deixariam a banda. Søren por estar envolvido em vários projetos e queria tentar coisas novas, e Carsten por querer retornar às sua origem punk. Encontramos Michael numa banda fazendo covers de King Diamond/ Mercyful Fate e Josua numa banda chamada “Consumed”. Ambos são muito bons, músicos dedicados e realistas, então foi muito fácil trazê-los para a banda!


HAH: "Legions" mostra o Artillery cada vez mais em forma, porém é notável uma veia mais melódica em seu som. E principalmente as linhas vocais soam mais melodiosas, isso foi intencional ou aconteceu naturalmente?

MH: Não, nós nunca tentamos tornar as músicas mais melódicas, tudo veio muito naturalmente!

HAH: Falando um pouco da passagem de vocês pelo Brasil em 2012, onde tocaram ao lado de outra lenda do estilo, o Exumer. Como foram pra vocês aqueles shows? Quais lembranças vocês tem do nosso país? Existe a possibilidade de retornarem?

MH: Foi um grande momento tocar no Brasil com o Exumer, na verdade, foram uns dos melhores shows que fizemos até agora, um ótimo país com fãs incríveis e boas pessoas de se trabalhar. Definitivamente voltaremos!

HAH: O álbum de estreia de vocês "Fear of Tomorrow" irá completar 30 anos de lançamento em 2015. Existe alguma projeção especial para está data e lançamento? Até porque "Fear of Tomorrow" se tornou raridade em meio aos fãs de Thrash.

MH: Sim, acredito que teremos algo planejado!


 HAH: Após o lançamento de "By Inheritance" (90) o Artillery entrou num grande hiato, retornando a ativa somente em 1999 com o lançamento do também excelente "B.A.C.K.", porém a reunião não durou muito, e novamente entraram numa longa pausa, retornando de vez somente em 2007. O que se deve essas pausas? De um certo modo, isso prejudicou ou ajudou o Artillery?

MH: Acho que precisávamos de uma longa folga, por que era impossível fazermos tours naquele momento, então definitivamente temos um Artillery mais forte e dedicada agora em 2014! Talvez tenha sido para o melhor!

HAH: Algo que é visível, que depois da volta definitiva da banda, o Artillery entrou numa sequencia arrasadora de lançamentos, como o ótimo "When Death Comes" (09), "My Blood" (11) e agora o mais novo petardo "Legions" (13). O que você acha desta nova fase e o que poderia nos falar desses três últimos discos?

MH: Estou muito contente de ter mostrado aos nossos fãs que estamos de volta e estamos muito orgulhosos dos três álbuns e o fato dos fãs terem gostado nos deixam mais orgulhosos!


 HAH: Ainda falando de "Legions", qual o conceito por trás do mesmo? Pois tanto as letras como a capa, mostram o aspecto da vida real.

MH: O título “Legions” é dedicado às legiões de fãs que apóiam o Artillery durante todos estes anos!

HAH: Bom, gostaríamos de agradecer pelo tempo cedido, e deixo o espaço final a você.


MH: Muito Obrigado pelo apoio, nos veremos em breve Brasil!

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More