17 de outubro de 2014

Resenha - Banda: Silver Mammoth - Álbum: Pride Price (2014)

Resenha por: Renato Sanson


Já é uma realidade a crescente do Hard Rock no Brasil, mas o Rock setentista também vem crescendo, e os paulistanos do Silver Mammoth vem mantendo essa chama acesa com seu segundo disco, “Pride Price”.

Temos claras referências de Hard Rock, mas o que predomina é a psicodelia do Rock dos anos 70, e isso já fica claro na produção do disco, que resgata este feeling, seja pelos timbres ou pela distribuição dos instrumentos.

A arte de Carlos Fides é linda, porém destoa da sonoridade da banda, sendo impossível imaginar que ao dar o play teremos um disco de Rock da velha guarda.

Algo que chama atenção é o timbre vocal de Marcelo Izzo, que lembra bastante o de Ozzy Osbourne, mesmo soando um pouco mais variado. Os arranjos em si são soberbos, é fato que a banda soube criar suas músicas, fazendo-as soarem de maneira única.

Os teclados são muito bem encaixados, assim como os riffs e solos que soam simples, mas grudentos, a cozinha faz algo mais básico, mas que se encaixa perfeitamente na proposta sonora.

Destaco as poderosas “Sinning In Mass”, “Soldier of Prey”, “Robert and I Face to Face Thirty Years Later” e “Pride Price”.

Certamente você não irá se arrepender, pois temos uma boa mescla do passado com momentos mais atuais, mostrando sua própria identidade sonora. Ouça sem moderações!


0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More