3 de dezembro de 2014

Resenha - Banda: Fates Prophecy - Álbum: The Cradle of Life (2013 - Arthorium Records)

Resenha por: Renato Sanson


Após terem dado uma pausa em 2005, o Fates Prophecy retornou em 2013 lançando seu quarto álbum de estúdio “The Cradle of Life”, mostrando que o tempo parado só fez bem ao grupo.

Soando revigorado, certamente este é o melhor trabalho do quinteto paulista que mostra a força do Heavy Metal Tradicional, mas sem soar datado, mas sim atual e forte.

As composições são fantásticas, os riffs são precisos assim como os solos e melodias, cozinha alternada e técnica e vocalizações acima da média dão a tona do poder de fogo que temos em mãos.

Faixas como “New Degeneration”, “Resurrection”, “The Cradle Of Life” e “Primitive Man” são apenas alguns exemplos da explosão arrepiante que é “The Cradle of Life”, com refrões grudentos e fantásticos, assim como um instrumental correto e dinâmico.

Única ressalva fica para produção do trabalho, que deixou a voz de Ricardo Peres baixa e atrás dos demais instrumentos. Mas nada que tire o mérito desde grande disco.  

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More