14 de janeiro de 2015

Resenha - Banda: Uganga - Álbum: Opressor (2014)

Resenha por: Renato Sanson


Vindo de Minas Gerais o Uganga chega ao seu quarto disco de estúdio, e como o nome indica, “Opressor” vem com letras ácidas e com uma banda ainda mais afiada e entrosada.

Com uma mescla que vai do Groove ao Hardcore, sua sonoridade continua ainda mais abrasiva e encorpada, seguida de belas letras em português que mais parecem um soco no estomago da sociedade.

As guitarras continuam impressionantes, assim como as linhas vocais de Manu que estão na medida certa além da excelente variação que apresenta.

Faixas como: “Guerra” e “O Campo” (que falam sobre o holocausto judeu), são verdadeiras máquinas de headbanging, instrumental extremamente correto, assim como a parte rítmica que chama atenção logo de cara; Já “Aos Pés da Grande Árvore” mantém o alto nível com destaque total as guitarras; “Moleque de Pedra” (que fala sobre o vicio em Crack) traz a participação especial de Juarez Tibanha (Scourge) aí já da pra imaginar o tamanho da violência sonora apresentada.

“Opressor” também traz uma bela versão do clássico “Who Are The True” do Vulcano contando com as participações de Murilo Leite (Genocídio) e Ralf Klein (Macbeth).

Destaco também a produção sonora feita por Gustavo Vazquez, com timbres muito bem colocados, e deixando a banda soar viva e pulsante, com qualidade que não deve nada aos gringos.


Certamente um dos grandes lançamentos do ano de 2014.

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More