2 de julho de 2015

Resenha - Músico: Nando Moraes - Álbum: Ignited! (2015)

Resenha por: Renato Sanson


E lá vamos bater naquela velha história: “disco de guitarrista é feito para outros guitarristas.” Na maioria das vezes sim, porém a nova safra que vem surgindo demonstra que a musicalidade pode estar em sintonia, e agradar até a pessoa mais leiga.

Exemplos não faltam, como Wael Daou, Walsuan Miterran, Wagner Gracciano entre outros. E nesse seleto grupo temos o paulista Nando Moraes, que lançou neste ano seu primeiro disco intitulado de “Ignited!”.

E nesse seu primeiro registro temos composições inspiradas e que prezam pelas melodias, com toques de Surf Music e Jazz, o que deixa o trabalho ainda mais interessante. A sutileza com que os arranjos foram criados trazem um clima especial, pois não temos velocidade ou exibicionismo, mas sim uma sonoridade mais branda e climática, lembrando os bons momentos de Joe Satriani.

A produção sonora feita pelo próprio Nando que contou com o suporte de Fábio Ferreira está na medida certa. Todos instrumentos bem dosados e com uma clareza ímpar, o que dá destaque à toda sonoridade. A parte gráfica é bem caprichada, “Ignited!” vem embalado em um belo Digipack, com o mesmo na capa.

A musicalidade tirada nessas sete faixas enchem os ouvidos, a variação rítmica também impressiona, onde temos uma mescla de climas graças aos teclados e uma cozinha mais reta e segura, o que deixa o espaço necessário para Nando brilhar.

Um trabalho ímpar que entra para aquele rol de músicos solos que sabem fazer um trabalho abrangente para qualquer pessoa, sendo ela guitarrista ou não. Confira!


Links de acesso:



Tracklist:
01 Rite of Passage (Staring the Flames)
02 Once in a Shuffle Time
03 The Voyager
04 In Fire
05 Here It Comes: The Machine!
06 Ignited!
07 Worth Fighting For

Formação:
Nando Moraes (Guitarra)
André Garcia (Baixo)
Bruno Santos (Teclado)
Bruno “Méba” (Bateria)




0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More