16 de setembro de 2015

Resenha - Banda: SERENITY IN FIRE - Álbum: GIVE HIM YOUR SOUL (2015)

Resenha por: Sergiomar Menezes
Revisão/edição: Renato Sanson


Thrash Metal brutal e agressivo. Assim o grupo mineiro Serenity in Fire estréia em CD, carregado de fúria e peso em suas composições. Honrando a cena mineira quando o assunto é Metal, ainda mais se formos pensar no lado mais extremo, o grupo formado por Jiusepe Gáspari (vocal e guitarra), André Leão (baixo e backing vocal) e André Bastos (bateria – mas o músico apenas gravou o álbum), apresenta um Thrash com ênfase no lado brutal do estilo. Por vezes mais cadenciado, por vezes veloz, sem abrir mão daquela veia bastante “suja” do Thrash old school, o disco foi gravado no Heart Studio em Sete Lagoas (MG), tendo a produção de Jiusepe e André Leão. Mixado por Fabiano Penna e masterizado por Neto Grous. “Give Him Your Soul”, mostra uma banda que apesar do trabalho de estréia, já possui quase uma década de estrada.

Após a introdução “The Last Surprise”, temos “Fire Burns The World”, onde os riffs pesados da guitarra de Jiusepe ditam o ritmo nervoso e sujo da faixa. Com um vocal agressivo e bons arranjos, a faixa ficou bem escolhida como abertura. A produção do trabalho deixou os instrumentos bem na cara, com um timbre bastante característico de guitarra. Como dito antes, pesado e sujo, mas não mal produzido. E essa condição se mantém durante toda a execução do trabalho. Sempre primando pelo peso.

Sempre brutal, e por vezes, flertando com o Death Metal, a banda mostra muita garra e dá andamento com “Two Faces”, uma faixa com variações e uma boa linha de composição. “Kill Believers” contou com a participação de Fabiano Penna no solo final é um dos destaques do trabalho. “Inverted Crosses” com uma forte levada de bateria, talvez seja a melhor faixa do trabalho. Bem pesada e com destaque para o já citado trabalho de bateria, a música possui riffs bastante agressivos. “Master of Darkness” já começa com um riff sujo e velocidade alucinante, sendo um convite ao mosh. Com viradas interessantes, a faixa deve ficar muito boa ao vivo.

“Die... My Symphony (Destruction)”, apesar dos bons riffs, destoa um pouco, pois por vezes se perde na execução, no que tange a produção e arranjos. Nada que possa criar algum demérito ao trabalho. “Wisdow Tower”, na seqüência, apresenta uma pegada “rocker”, com uma velocidade mais moderada, mas com bons riffs. O trabalho se encerra com a guitarra “na cara” de “A Step (For Destruction)”. Peso e agressividade, além de uma bateria bem estruturada em seus arranjos.

Um bom trabalho de estréia. A banda tem potencial e pode render muito mais, tendo em visto que esse é apenas o começo da carreira do grupo. O Serenity in Fire faz jus a cena Metal mineira!


Links relacionados:


Tracklist:
01 The Last Surprise
02 Fire Burns the World
03 Two Faces
04 Kill Believers
05 Inverted Crosses
06 Master of Darkness
07 Die... My Symphony (Destruction)
08 Wisdom Tower
09 A Step (for Destruction)

Formação:
André Leão (Baixo/Vocal)
Jiusepe Gáspari (Vocal/Guitarra)

André Bastos (Bateria)

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More