28 de fevereiro de 2016

Resenha - Banda: Craftycell - Álbum: The Swimmer (2015 - Qua' Rock Records)

Resenha por: Renato Sanson
Note: 8,0


Certamente essa é a resenha mais inusitada que já escrevi, pois não se trata de um material em volta do Rock, mas sim uma vertente bem diferente, que chegou para o Heavy And Hell através da assessoria italiana Mazzarella Press Office. Um trabalho intenso e diversificado, mas que confesso que me surpreendeu positivamente, pois além de ter bons toques de Industrial a sua pegada Electro Dark Wave caiu muito bem a proposta.

Sim você não leu errado, estamos resenhando um disco de música eletrônica, mas que surpreende por sua densidade e obscuridade, tendo à frente do Craftycell o vocalista Marco Bettoni que também cuidou dos pianos.


As batidas eletrônicas se entrelaçam com guitarras pesadas e sintetizadores bem encaixados que ficou a cargo de Giacomo Jac, trazendo um bom dinamismo e surpreendendo os desavisados. A voz de Marco colabora com o trabalho, pois soa agradável e sem exageros, mesmo tendo um apelo Pop a dramaticidade nas composições fica evidente, e sua interpretação soa temperamental conforme as faixas.


A produção do trabalho é muito bem-acabada e permeia por uma clareza que casa com a sonoridade, assim como a parte gráfica que é simples, mas atrativa, ainda mais que a bolacha vem embalada em um belo Digipack.

Complicado resenhar o que se não conhece a fundo, mas posso dizer que me agradou, e mostra que acima de tudo, existe boa música em outros estilos além do Rock/Heavy Metal. Fica a dica, pois vale a pena dar uma chance ao Craftycell.



Links de acesso:

Tracklist:
1. INK
2. AWAKENED
3. DISARM
4. NEXT DOOR
5. CAGED SOUL
6. MY RISING TIDE
7. INNER RUSH
8. WEIGHTLESS
9. ARGONAUT
10. SYNCHRONIZED

Formação:
Marco Bettoni (Vocal/Piano)
Giacomo Jac (Baixo/Guitarra/Sintetizador/Programação)

Luca Fucci (Sitentizador/Piano/Programação)

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More