13 de março de 2016

Resenha - Banda: Inside Mankind - Álbum: Oikoumene (2015 - Qua'Rock Records)

Resenha por: Renato Sanson
Nota/Note: 7,5


Em 2015 o Inside Mankind lançava seu Debut via Qua’Rock Recrods, sob o nome de “Oikoumene”, onde trazem o Metal Progressivo como proposta principal, mas mesclando outros elementos que deixam sua sonoridade bem peculiar.

A ideia aqui não é inovar, mas trazem sua própria identidade, e também não vemos aqueles exibicionismos técnicos que as bandas atuais de Progressivo insistem em fazer, o feeling é presente, assim como o peso, e também temos a grata surpresa na bela voz de Claire Briant que traz sua voz lírica e forte dando essa dinâmica ainda maior as composições (que com menos exageros soaria ainda melhor), assim como os entrelaces vocais com o também guitarrista Francesco Monaci, que caíram muito bem a diversificação que apresentam.

O trabalho em si é bem homogêneo, os teclados são simples, mas bem postados, a cozinha dá um show à parte e as guitarras fazem seu papel de forma correta e segura, onde todos se completam nas quebras de tempo e mudanças rítmicas impostas. Um trabalho acima da média que pode agradar tanto o fã de Prog quanto os fãs de Metal Sinfônico, certamente vale conferir!

Há tempo de mencionar a ótima produção feita por Bidini Mateo e a parte gráfica interessantíssima e atraente criada por Giacomo Salini, que também fez um layout de encarte belíssimo.


Links de acesso:

Formação:
Claire Briant (Vocal)
Francesco Monaci (Vocal/Guitarra)
Christian Luconi (Baixo)
Matteo Bidini (Bateria)
Giuseppe Lovascio (Teclado)

Tracklist:
1. Out Of The Loop
2. City (The Streets Of Our)
3. Forty
4. Magdalene
5. Keep Me By The Stars
6. Uneasy
7. Toccata
8. Phariseum
9. Fear

10. Human Divine

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More