30 de agosto de 2016

Resenha - Banda: Apokathilosis - Álbum: Where Angels Fear To Tread (2016)

Resenha por: Maykon Kjellin
Revisão/edição: Renato Sanson


Confesso que o Black Metal não é algo que está presente na minha playlist diária, porém ao escolher entrar no mundo da imprensa como redator, tenho que colocar o lado profissional na frente do gosto pessoal e as vezes ir além, como por exemplo procurar algo neste gênero que me faça compreender a essência do mesmo.

O Apokathilosis me chamou a atenção desde o começo, pelo fato de ser uma banda radicalizada irlandesa, porém, são brasileiros. A proposta da banda é clara, fazer um Black Metal puro, com peso e ao mesmo tempo adicionar levadas harmônicas, o que não surpreende muito até chegar a parte lírica, isso sim surpreende e até demais.

O uso moderado de sintetizadores com a pitada certa, torna as músicas interessantes e tecnicamente curiosas, levando em conta que pelo fato de serem músicas certamente sombrias, a masterização e mixagem também decaíram para um lado mais sujo e mórbido. De certa forma esperava um vocal mais agressivo, mas o que ouvi foi um vocal moderado, rasgado e com doses líricas, como citei anteriormente, mas nada que foge do Black Metal.

Já o instrumental é pesado, o pedal duplo da bateria parece pegar fogo - se é que não pega -, a guitarra tem derivações, passando por harmônico pesado, riffs destorcidos com bastante drive e acordes aleatórios, dando o peso necessário para o que o estilo exige, porém, não é algo que a banda se esforça a fazer, claramente as músicas saem como se estivessem brincando com seus instrumentos, fazer música é algo que não precisa dos esforços destes músicos e o que trazem aqui é uma obra de arte para os verdadeiros fãs deste gênero, qualquer fã de carteirinha do Black Metal, deveria ter este álbum em sua estante.

Links de acesso:

Tracklist:
1. Awaken Thee
2. Where Angels Fear to Tread
3. Ashes
4. To Die a Thousand Deaths
5. The Untameable Human Spirit
6. Synchronicity

Formação:
Felipe Roquini - Vocais, guitarras, baixo, bateria, sintetizadores
Marttjn Rvbjn - Guitarras

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More