4 de agosto de 2016

Resenha - Banda: Kataklysm - Álbum: Of Ghosts and Gods (2015 - Shinigami Records/Nuclear Blast)

Resenha por: Maykon Kjellin
Revisão/edição: Renato Sanson


Não estamos falando de qualquer banda e muito menos de qualquer álbum, estamos falando do décimo segundo trabalho de uma das bandas mais tradicionais do Death Metal de todos os tempos e do mundo todo.

É difícil para uma banda após dez álbuns manter a sonoridade a qual os consagraram (sendo otimista, após os três primeiros já é difícil), o Kataklysm trás o Death Metal puro, socado de bons acordes e riffs pesados, não deixando sua característica de lado, que são os vocais fortes e os bons backing vocais rasgados.

Dez faixas apresentando um Death Metal super bem elaborado, melódico, técnico e muito bem trabalhado, com destaque as faixas "Thy Serpent's Tongue" e "Hate Spirit", disparadas as músicas mais consistentes do trabalho, típicas músicas que podem alcançar um patamar mais alto em relação as outras, que não deixam a desejar porém não enchem os olhos como as citadas.

Para um bom fã de Death Metal, é um álbum que o prende, lhe fazendo sentir a obrigação de ouvir novamente. Encaixa facilmente na playlist do dia a dia do headbanger, os detalhes das músicas realmente impressionam e a cada play, confirmamos o por que o Kataklysm é uma banda tão respeitada no cenário do Heavy Metal mundial.

Formação:
Maurizio Iacono - vocal
Jean-Francois Dagenais - guitarra
Stephane Barbe - baixo
Oli Beaudoin - bateria

Tracklist
01. Breaching the Asylum
02. The Black Sheep
03. Thy Serpents Tongue
04. Soul Destroyer
05. Vindication
06. Marching Through Graveyards
07. Shattered
08. Hate Spirit
09. Carrying Crosses
10. The World Is a Dying Insect




0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More