26 de setembro de 2016

Resenha - Banda: Almah - Álbum: E.V.O (2016)

Resenha por: Renan “Soto” Silva
Revisão/edição: Renato Sanson


Agora tudo realmente parece estar no seu devido lugar. Que disco! Que retorno! Edu Falaschi soa revigorado neste novo trabalho do ALMAH, intitulado “E.V.O”, o qual pode render o seu retorno ao mainstream do Metal mundial. Variado, extremamente bem composto e com direção de arte impecável, estes são apenas alguns dos aspectos deste disco que beira a perfeição.

Com produção refinada de Tito e Edu Falaschi, além da mixagem e masterização terem sido realizados pelo americano Damien Rainaud (Fear Factory, Dragonforce, Baby Metal entre outros), tais fatores acabam por definir o melhor acabamento sonoro da carreira do ALMAH. Tudo está mesmo em seu devido lugar, o que garante a estrutura perfeita para as composições desfilarem uma após a outra, todas elas com suas particularidades e um ponto muito importante em comum: refrões pegajosos. Raramente escutei um álbum com tantos candidatos a hits e com tantos refrões marcantes. E aqui a coisa é bem complexa para se conseguir isso, porque as músicas não são lineares, aliás, muito pelo contrário. Em “E.V.O” você vai encontrar músicas voltadas para o Modern Metal, Alternative Rock, Power Metal, Progressivo, Pop e até o Grunge. Acredito que este é o segredo do sucesso deste álbum: fundir nichos tão díspares, tornando o produto final palatável e aceitável.

Mais um trabalho com a qualidade habitual de Edu Falaschi, mas que eleva o ALMAH à condição de pareamento com o Angra em popularidade. E que venha a nova turnê mundial para conferirmos as excelentes “Age Of Aquarius”, “Speranza”, “The Brotherhood” e “Innocence” ao vivo.

Links de acesso:

Formação:
Edu Falaschi (vocal);
Marcelo Barbosa (guitarras);
Diogo Mafra (guitarras);
Raphael Dafras (baixo);
Pedro Tinello (bateria).

Tracklist:
01 – Age of Aquarius
02 – Speranza
03 – The Brotherhood
04 – Innocence
05 – Higher
06 – Infatuated
07 – Pleased To Meet You
08 – Final Warning
09 – Indigo
10 – Corporate War
11 – Capital Punishment


0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More