12 de setembro de 2016

Resenha - Banda: Gamma Ray - Álbum: Sigh No More - Anniversary Edition (2016 - Shinigami Records)

Resenha por: Renato Sanson


E a série de relançamentos do Gamma Ray em comemoração aos seus 25 anos de banda não param!

Eis agora que temos em mãos um dos discos mais contestados de sua discografia, mas que para mim é o melhor da primeira fase, o enigmático “Sigh No More”, lançado originalmente em 1991.

Se em “Heading for Tomorrow” o Gamma Ray tinha mais cara de um projeto solo de Kai Hansen, em “Sigh No More” temos a estabilidade como banda e a entrada de seu fiel escudeiro Dirk Schlächter nas guitarras. Para quem não sabe, Dirk foi guitarrista do Gamma Ray de 1991 a 1995, e só em 1997 com a entrada de Henjo Richter assumiu o instrumento que realmente adora que é o baixo.

Se no Debut tínhamos uma sonoridade mais alegre e voltada para o Power Metal com muito peso, no segundo lançamento a ideia era outra, o clima melancólico aliado as letras tristes – que foram baseadas na Guerra do Golfo – fizeram os fãs estranharem a proposta, mas que se ouvido com atenção ganha o ouvinte a cada faixa.

Os refrões são marcantes e carregados de emoção, onde Ralf mostra toda sua potência, mas sem exageros e sim com grande interpretação, e com Kai mostrando ser um compositor de mão cheia, como podemos notar em “Chances”, “Rich & Famous”, “Father and Son”, “One With the World” e etc...

A produção soa mais coesa e melhor acabada, o que deixou o disco mais atual para época. A parte gráfica é belíssima e bem melhor que a original, que em muitos casos não continha as letras no encarte, isso em várias versões internacionais e até mesmo numa versão nacional que tinha saído a anos atrás, tínhamos este pequeno erro, mas que agora foi sanado neste belo relançamento que conta com as letras, informações adicionais e diversas fotos.

Ainda temos como bônus o segundo disco que traz músicas ao vivo, da coletânea “Blast from the Past Version” (regravações da primeira fase com Hansen nos vocais) e pré-produções da época de “Sigh No More”, sendo um dos destaques a versão alternativa de “Changes” sob o nome de “Heroes”.

Mesmo que você questione “Sigh No More” por não seguir a sonoridade que consagrou os alemães, é inegável a importância do mesmo e a qualidade, pois sim, é diferente, mas é Gamma Ray!

P/S: E se não tivéssemos o “Sigh No More” será que hoje em dia teríamos conhecido o talento do baterista Uli Kusch?!

Links de acesso:

Formação:
Ralf Scheepers (Vocal)
Dirk Schlächter (Guitarra/Backing Vocal)
Kai Hansen (Guitarra/Backing Vocal/vocais adicionais em "As Time Goes By")
Uwe Wessel (Baixo)
Uli Kusch (Bateria)

Tracklist:
Disco 1:
1. Changes
2. Rich & Famous
3. As Time Goes By
4. (We Won't) Stop the War
5. Father and Son
6. One With the World
7. Start Running
8. Countdown
9. Dream Healer
10. The Spirit
11. Sail On (Live)
12. Changes (Live)

Disco 2:
1. One With the World (Live at Wacken 2011)
2. Dream Healer (Live in Montreal 2006)
3. Changes (Blast from the Past Version)
4. Rich and Famous (Blast from the Past Version)
5. One With the World (Blast from the Past Version)
6. Dream Healer (Blast from the Past Version)
7. Heroes (Preproduction)
8. Dream Healer (Preproduction)
9. As Times Goes By (Preproduction)
10. (We Won’t) Stop the War (Preproduction)
11. Dream Healer (Demo)
12. Rich and Famous (Demo)

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More