16 de setembro de 2016

Resenha - Banda: Raff Sangiorgio - Álbum: Rebirth (2016)

Resenha por: Maykon Kjellin
Revisão/edição: Renato Sanson
Rate: 8,5/10


Você logo liga o nome de "Rebirth" ao lendário álbum do Angra e fica imaginando se há ligações dos álbuns além do nome. Bom, não posso afirmar com todas as letras que Raff Sangiorgio é influenciado pela banda de Heavy Metal brasileira, mas posso afirmar que a sonoridade das guitarras lembram e muito várias faixas do Angra, principalmente pela forma como elas se desenvolvem e por se tratar de um álbum apenas instrumental, logo imagina uma voz aguda acompanhando a melodia, mas isto não acontece.

O álbum esborda solos e boa agilidade das guitarras, o baixo é muito pesado, acredito que quem tenha gravado e elaborado este, tenha o tocado com cordas soltas, pois da um "ar sombrio" que necessita, pois as guitarras estão em solos e riffs constantes, claro que a bateria acompanha sem deixar vácuos existentes nas músicas, preenchendo com a pitada necessária para não embolar os instrumentos.

Surreal a agilidade e a facilidade em impressionar, as guitarras parecem em um ring aonde invés de brigarem entre si, juntas tentam conquistar um público sedento por Heavy Metal. Muitos artistas europeus vem investindo no som instrumental, já não é novidade que ficamos impressionados pela qualidade das sonoridades apresentadas, entretanto Raff Sangiorgio consegue arrepiar o ouvinte dos pés a cabeça neste novo álbum (O 6° da carreira do italiano), algo que aconteceu particularmente comigo, o desenvolvimento do instrumental é assustador e certas vezes viajante, sendo este último termo importantíssimo para uma música de qualidade.

Para finalizar, digo que é um álbum bacana de ouvir principalmente de fone de ouvido, aonde você ouve todos os detalhes construídos ao decorrer de cada faixa, mesmo não sendo um fã de discos instrumentais, este eu gostei pelo desenvolvimento demonstrado, as guitarras parecem querer explodir sua cabeça e ao tirar o fone seus tímpanos ficam latejando, só fica aquela curiosidade de como seria com vocal, acredito que isto seja normal, por questões de costume. Resumindo, é um dos melhores instrumentais que já ouvi e algo me diz que logo logo vem mais!


Links de acesso:
https://www.facebook.com/rebirth74/

Formação:
Raff Sangiorgio (todos os instrumentos)

Tracklist:
01 Quick Trigger
02 Lil Chuck Blues
03 Back to Glory
04 Glaring Soul
05 Rebirth
06 Cosmic Seed
07 Magic River
08 Fragile Existence
09 Voices From the Sea

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More