20 de novembro de 2016

Resenha - Banda: Panzer - Álbum: Resistance (2016 - Shinigami Records)

Resenha por: Renato Sanson


Como a Fênix que ressurge das cinzas, temos o Panzer ressurgindo novamente e ainda mais forte. Após uma nova reformulação no line up que trouxe os excelentes Sergio Ogres (vocal) e Fabiano Menon (baixo), a banda segue em frente o seu caminho e nos brinda com seu 4° disco de estúdio, o diversificado “Resistance”.

Aqui temos a veia Stoner mais latente que o Thrash Metal, onde as diversificações se destacam, não se prendendo a um único estilo. O que caiu muito bem ao Panzer, já que Sergio traz linhas agressivas, mas com melodias e intercalações com vocais limpos, que podem causar certa estranheza no começo, mas que ouvidas com atenção se encaixam perfeitamente a proposta da banda.

As composições estão mais refinadas, não menos pesadas, mas soam mais maduras e trabalhadas, não tendo a velocidade como fonte principal, onde as influências de Black Sabbath, Metallica e Pantera ficam mais latentes.

O que quero dizer é: soa diferente, mas é o Panzer, basta ouvir um acorde e você já sabe que é a banda. E essas mudanças que na verdade são acréscimos a sua rica sonoridade só trouxeram benefícios.

A produção sonora soa limpa e muito bem lapidada, mostrando essa nova “cara” do Panzer. Em termos gráficos a arte traz o nome da banda forjado no aço e ferro, mostrando que resistem e estão nessa para ficar.

Resumindo, temos o Panzer em outro patamar e que só tem a ganhar ainda mais fãs Brasil a fora.

Links de acesso:

Tracklist:
1. 96
2. The Price
3. Impunity
4. No Fear
5. No Scream in Vain
6. Alone
7. Attitude
8. Do It!
9. The Old and the Drugs for the Soul
10. The Resistance
11. You May Not Have Tomorrow
12. Actitud

Formação:
Sérgio Ogres (Vocal)
André Pars (Guitarra)
Fabiano Menon (Baixo)
Edson Graseffi (Bateria)


0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More