13 de janeiro de 2017

Resenha - Banda: Soilwork - Álbum: Death Resonance (2016 - Shinigami Records/Nuclear Blast)

Resenha por: Renato Sanson


Mantendo sua qualidade latente em alta, o Soilwork presenteia os fãs com a coletânea “Death Resonance”, que vai na contramão das demais compilações.

Em vez de trazer os clássicos para um jogo ganho, o Soilwork fez diferente e trouxe além de duas músicas inéditas exclusivas para este álbum, traz também diversas composições lado B e diversas faixas que saíram como bônus track exclusivas no Japão, em um material diferente e atrativo para todos.

Falando das composições inéditas, os suecos seguem a qualidade apresentada em “The Ride Majestic”, onde “Helsinki” e “Death Resonance” seguem linhas brutais, mas ao mesmo tempo acessíveis, com as ótimas variações vocais de Björn, e com um instrumental intrincado e de fácil assimilação, mesmo tendo a técnica apurada ao seu favor.

As demais faixas são um deleite aos ouvintes, pois são de qualidades incontestáveis, e pensar que muitas são lado B ou apenas bônus soltas em alguns lançamentos, que poderiam facilmente entrar no track oficial de qualquer disco, como é o caso de “The End Begins Below The Surface”, “These Absent Eye”, “Sweet Demise” dentre outras.

“Death Resonance” ainda traz cinco faixas resmaterizadas de diversos materiais exclusivamente para este lançamento. Se você já era fã do Soilwork se tornará ainda mais, e se por um caso você ainda não conhece o trabalho dos caras, aí está uma ótima oportunidade.


Links de acesso:

Tracklist:
1. Helsinki (New Song)
2. Death Resonance (New Song)
3. The End Begins Below the Surface
4. My Nerves, Your Everyday Tool
5. These Absent Eyes
6. Resisting the Current
7. When Sound Collides
8. Forever Lost in Vain
9. Sweet Demise
10. Sadistic Lullabye 2010
11. Overclocked (2016 Mix)
12. Martyr (2016 Mix)
13. Sovereign (2016 Mix)
14. Wherever Thorns May Grow (2016 Mix)
15. Killed by Ignition (2016 Mix)

Formação:
Björn "Speed" Strid - Vocais
Sven Karlsson - Teclados
Dirk Verbeuren - Bateria
Ola Frenning - Guitarras (músicas 11-15)
Sylvain Coudret - Guitarras (músicas 1-10)
David Andersson - Guitarras (músicas 1-8)
Peter Wichers - Guitarras (músicas 9, 10, 14, 15)
Daniel Antonsson - Guitarras (músicas 11-13)
Ola Flink - Baixo (músicas 4-15)

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More