15 de maio de 2018

Resenha - Banda: Encéfalo - Álbum: DeaThrone (2018 - Shinigami Records)

Resenha por: Renato Sanson



Se nos dois primeiros trabalhos o Encéfalo ainda transitava pelo Thrash Metal mais ríspido com certos flertes com o Death Metal, em “DeaThrone” a veia extrema vem mais consolidada e mostra um verdadeiro disco de Metal Extremo nos melhores moldes da cena nacional.

Agressivo, pesado e veloz, assim podemos definir este terceiro trabalho que soa como um divisor de águas em sua sonoridade e que cai muito bem ao trio cearense.

Os riffs são encorpados e variados, com mesclas mais diretas e outras mais trabalhadas, os vocais estão ainda mais urrados e pútridos tendo um baixo seguro e potente que dá espaço para as brilhantes linhas de bateria que apresentam blast beats esmagadores e um pedal duplo endiabrado.

A produção é seca e cristalina, fazendo-se perceber cada detalhe e sem deixar o peso de lado. A parte gráfica apresenta uma capa brutal e rica em detalhes com um layout simples e satisfatório, dando ao entender o que você irá encontrar ao apertar o play.

Aqui não há descanso e são 9 faixas que beiram a insanidade extrema regada por muito bom gosto e profissionalismo. Ouça e perca o pescoço!

Links de acesso:

Tracklist:
1. Intro
2. Echoes from the Past
3. Visceral Sadism
4. Annihilation Contempt to the Majesty
5. Blessed by the Wrong Choice
6. Hell
7. These Final Rotten Days
8. Food for Tyranny
9. Retaliation
10. A Hollow Body

Formação:
Henrique Monteiro - Baixo, vocais
Lailton Souza - Guitarras
Rodrigo Falconieri - Bateria

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More